headerphoto
imagem


"A RECLAMAÇÃO DE UM É A PREVENÇÃO DO OUTRO"

headerphoto

Armadilha da Banda Larga 3G

Para aqueles que estão pensando em adquirir um serviço de Banda Larga 3G, pense bem antes de fazer esta besteira. Esperimente antes a de um amigo, ouça a opinião de quem tem. A operadora vai fazer de tudo para te vender este serviço que deixa muito a desejar. Este tipo de internet, seja de qual for a operadora depende muito do local a onde você vai usar, pois esse suposto 3G não chega a 1/2G (metade da conexão discada na maior parte das localidades), os 1MB prometidos, você não vai vê-los nunca, nem de binóculo. Se você ainda não tem uma internet boa, espere o vírtua ou até mesmo o velox chegar a sua região. Em hipótese alguma contrate o serviço 3G. Depois você vai ter muita dor de cabeça, além de muita paciência para ficar aguardando no telefone para reclamar.
Obs: Falo por experiência própria pois já experimentei todas

Walcyr Alves - 05/2009




Seria cômico se não fosse verdade

Enquanto você trabalhador assalariado se aposenta com 65 anos de idade, porque os políticos se aposentam com 8 anos de mandato.
Entra na cabeça de alguém que isso aconteça em um país como o nosso.
E não tem nenhum redutor não, o salário é igual ao da ativa.

Walcyr Alves - 05/2009




As viagens dos parlamentares

Os deputados e senadores ficam com os benefícios oferecidos pelos programas de milhagem das companhias aéreas em decorrência das viagens pagas pela Câmara e Senado, informa o site da ONG Contas Abertas. De acordo com a ONG, os gastos com as viagens dos parlamentares chegará R$ 18,9 milhões neste ano: R$ 11,8 milhões para os deputados e R$ 7,1 milhões para os senadores.
Proporcionalmente, o valor da cota de viagem dos 81 senadores é maior que o dos 513 deputados: R$ 87,4 mil contra R$ 22 mil.

Folha Online - 04/2009




Benefícios triplicam salários de parlamentares

Ao passo que a população amarga com a crise econômica, os salários dos deputados são multiplicados por três. Graças aos benefícios, isto é, a verba indenizatória, passagens aéreas e outras regalias, o salário de um parlamentar é triplicado, revelando o grau de parasitismo dos parlamentares brasileiros. O salário de um deputado é cerca de R$ 16.512,09 por mês. Quando se somam todos os benefícios em dinheiro, o valor dos salários pode chegar a um valor mensal que varia entre R$ 48 mil a R$ 62 mil. Só as verbas indenizatórias garantem ao deputado o dobro do valor de seu salário.
A lista de benefícios é gigantesca: dinheiro para telefone, motorista, envio de cartas, assinatura de jornais e revistas, passagens, auxílio-moradia etc., alem de receberem ainda 15 salários ao ano. As verbas dos gabinetes garantem aos deputados mais R$ 60 mil, gastos com os 25 assessores parlamentares. A farra dos senadores é ainda maior. O valor do benefício varia entre R$ 74,7 mil e R$ 119,7 mil. Quem lidera a lista dos maiores gastos são os Senadores do estado de São Paulo. Os gastos postais de um senador paulistano podem chegar a casa dos R$ 60 mil. O serviço médico garante aos senadores um acréscimo: há R$ 26 mil ao ano, por "núcleo familiar", para tratamento odontológico.

PCO - http://www.pco.org.br/ - 04/2009




A morosidade da Justiça

"A justiça é cega, daí não se ruborizar com os comentários do povo" (Machado de Assis).
Não há desculpas plausíveis, apenas revela-se a notória displicencia que envolve os Poderes Constituidos. Ignoram-se as dores, o sofrimento e o trágico destino de pessoas que não são respeitados em razão do anonimato. Torna-se comum no Brasil contemporaneo, as autoridades públicas omiscuirem-se de seus deveres oficiais, frustando a espectativa de cidadãos, que veem no Estado, não mais um ente que lhe tutela, mas apenas um mastodonte pesado que lhe consome energias e lhe tolhe direitos elementares. Os enfoques lembrados são apenas alguns dos notórios milhares de exemplos, no qual, mesmo previsto em legislação fundamental, não se materializam soluções a contento.

Folha Online - 04/2009




Cirurgia contra obesidade pode eliminar diabetes tipo 2, diz pesquisa

A cirurgia contra a obesidade pode eliminar completamente as manifestações de diabetes tipo 2, segundo um estudo divulgado hoje pela revista "The American Journal of Medicine". A diabetes tipo 2 é a forma mais comum da doença, caracterizada por altos níveis de açúcar no sangue, e uma de suas causas principais é o excesso de peso. Cientistas da Universidade de Minnesota analisaram 621 estudos realizados entre 1990 e 2006 com mais de 135.200 pacientes que se submeteram a uma cirurgia bariátrica e descobriram que 78,1% eliminaram completamente o problema. A cirurgia bariátrica é um tratamento ao qual se submetem pessoas com obesidade mórbida ou que não conseguiram perder peso através de outros meios. Henry Buchwald, do Departamento de Cirurgia da Universidade de Minnesota, explica que a revisão e a análise "demonstraram que a cirurgia bariátrica tem um poderoso efeito em pessoas com obesidade mórbida e diabetes tipo 2". O médico acrescentou que em 82% dos pacientes as manifestações da diabetes foram eliminadas nos primeiros dois anos transcorridos após a operação. No estudo, Buchwald pediu para realizar "de forma urgente" testes clínicos aleatórios para comparar os resultados dos tratamentos e as operações bariátricas. "Se forem considerados os benefícios potenciais para milhões de pessoas, os exames deveriam avaliar os custos e vantagens da operação em pessoas menos obesas, assim como nas que sofrem de obesidade mórbida", afirmou.



FONTE: EFE - Internacional 02/03/2009





1 de 1
Primeira
<
1
2
3
4
5
>
Última